Como se inova em Portugal na área do Ensino de Tecnologia

Inovação na Educação de Tecnologia

Assim se criam os nerds do futuro! Ao longo das próximas semanas, a nova série de entrevistas “Inovação na Educação de Tecnologia” vai explorar o que de melhor se faz nesta área.

O mês de setembro foi marcado pelo regresso às aulas, mas também por percebermos o que faltava abordar na Comunidade Tools4Edu. Lançámos a pergunta e a Inovação na Educação destacou-se entre os temas mais votados.

Por aqui, somos conhecidos por não perder um bom desafio, não é verdade? Sendo este um assunto, no mínimo, abrangente, decidimos falar com nomes ligados à Inovação na Educação…de Tecnologia. Eis alguns dos motivos que tornam este num subtema tão oportuno:

  1. Começando pelo início, a Tools4Edu nasce de um esforço da sociedade civil para melhorar a relação da comunidade escolar com a tecnologia.
  2. As entrevistas são realizadas com educadores do ensino para adultos (ou jovens adultos), mas muitas das técnicas, métodos e assuntos abordados fazem igualmente sentido ter consciência quando se pensa o ensino dos mais novos.
  3. Vários artigos têm alertado que tecnologia sem pedagogia não é, só por si, educação. E nós concordamos. Apesar de ser algo novo (e de difícil compreensão, até) para muitos docentes nas escolas, certo é que a tecnologia se tornou essencial durante a pandemia. Acreditamos, por isso, que falar de educação e das pedagogias usadas no ensino de tecnologia pode aproximar estes dois mundos que não deveriam estar tão distantes.
  4. A própria educação de tecnologia tem também registado alterações significativas. O mercado de trabalho atual pede competências distintas e têm surgido novas escolas com métodos distintos.
  5. Para além de uma crise na saúde, com o aumento do desemprego, estamos já a vivenciar uma crise económica – mas não só. Sabemos que muitos professores em Portugal estudaram para “encontrar o desemprego” após a conclusão dos seus estudos. Nesse seguimento, as nossas entrevistas tratam projetos educativos que visam aumentar a empregabilidade via educação. No contexto da pandemia, esperamos, pois, que sirvam de inspiração a muitos que procuram uma solução para uma vida profissional mais próspera.

Nas próximas semanas vamos divulgar cinco entrevistas conduzidas durante o mês de outubro. Esperemos que gostem e fiquem atentos!

Como sempre, é muito bem-vindo feedback sobre como podemos melhorar, assim como sugestões de tópicos que gostariam ver abordados. Deixe-nos um comentário!

Sofia Galante e Helena Antunes

Ilustração: Sónia Garcia Fevereiro

Pode ver aqui as cinco entrevistas:

Partilhar: